terça-feira, 19 de setembro de 2017

ACERTANDO O ALVO 2

ESCOLHENDO A MELHOR PARTE

·                    A nossa sociedade tem experimentado frequentes mudanças econômicas, tecnológicas e sociais a ponto de influenciar a maneira como as pessoas pensam, agem, se relacionam entre si e, principalmente, como se relacionam com Deus. Parece que estamos vivendo num mundo em constante aceleração e, com isso, a frase mais comum de se ouvir hoje em dia é: "estou muito ocupado (a) e não tenho tempo".
·                    Com o que estamos ocupados? E não temos tempo para o quê? Diante disso, é importante refletirmos sobre como estamos administrando o nosso tempo, levando em consideração que precisamos dormir, nos alimentar, trabalhar, nos exercitar e nos relacionar com as pessoas e com Deus.
·                    O QUE TEMOS PRIORIZADO E O QUE REALMENTE É IMPORTANTE PARA TERMOS UMA VIDA PLENA?
·                    Lucas 10:38-42 "Caminhando Jesus e os seus discípulos, chegaram a um povoado, onde certa mulher chamada Marta o recebeu em sua casa. Maria, sua irmã, ficou sentada aos pés do Senhor, ouvindo-lhe a palavra. Marta, porém, estava ocupada com muito serviço. E, aproximando-se dele, perguntou: "Senhor, não te importas que minha irmã tenha me deixado sozinha com o serviço? Dize-lhe que me ajude! " Respondeu o Senhor: "Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada".
·                    Nessa passagem que Jesus foi recebido na casa de Marta, e ela como uma boa anfitriã estava procurando agradá-lo com seu serviço. Ao recebê-lo, Marta quis preparar muitas coisas como uma demonstração de hospitalidade conforme a tradição da época. Certamente, Marta era uma pessoa ativa, responsável e disposta a realizar suas tarefas e, isso tudo era importante. Mas ao ocupar-se demais com o serviço, Marta sentiu-se sobrecarregada porque estava trabalhando sozinha, enquanto Maria não estava ajudando em nada.
·                    Como sua referência de hospitalidade era o serviço, Marta sentiu-se no direito de pedir a Jesus que chamasse a atenção de sua irmã. No entanto, sua tentativa em ter o apoio de Jesus foi frustrada, porque ao invés dele dirigir-se à Maria, ele revelou a inquietação e a preocupação de Marta.
·                     Essa atitude de Jesus nos mostra que ele se importava com o que estava acontecendo no coração de Marta. E, ao dizer que apenas uma coisa era necessária, ele queria libertá-la do fardo de ter que cumprir tantas tarefas impostas pela tradição e lhe dar descanso em sua presença, como estava acontecendo com Maria.
·                    Jesus estava estabelecendo naquele momento uma nova forma de relacionamento, em que o mais importante não era o serviço, mas desfrutar de sua presença. Em Lucas 10:45 Jesus disse: "Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos".
·                    As duas irmãs amavam Jesus, mas Marta apoiava-se na lei e queria agradá-lo com seu esforço sacrificial. Maria estava se comportando como quem já estava vivendo na graça, entendendo que estar na presença de Jesus, ouvindo atentamente o que ele dizia naquele momento era melhor do que adorá-lo com seu serviço.
·                    Aos olhos de Marta, sua irmã Maria estava sendo negligente com o serviço, mas aos olhos de Jesus, Maria havia acertado o alvo ao escolher desfrutar de sua presença.
·                    Assim como Marta, podemos nos iludir achando que quanto mais fizermos, mais seremos aceitos pelas pessoas e por Deus. Quanto mais ocupados estivermos, mais teremos prestígio e recompensa. Mas o que muitas vezes não percebemos é que quando estamos ocupados demais, isso pode gerar inquietação no nosso coração, porque o nosso foco está no nosso esforço pessoal para ganharmos reconhecimento.
·                    Temos que ter equilíbrio nas nossas escolhas e pedir ajuda ao Espírito Santo para que sonde os nossos corações e revele qual a real motivação do nosso coração ao nos ocuparmos com tantos serviços.
·                    Se nos ocuparmos demais, mesmo que seja com coisas boas, podemos nos distrair do alvo que é fazermos o que é importante aos olhos de Deus. Ele sabe o que realmente precisamos e, por esta razão, Ele quer ter um relacionamento diário conosco como um Pai que cuida de seus filhos. Mas cabe a nós escolhermos estar com Ele.
·                    Colossenses 3:23-24: "Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens, sabendo que receberão do Senhor a recompensa da herança. É a Cristo, o Senhor, que vocês estão servindo." Isso quer dizer que servir é importante, mas a verdadeira intenção com a qual servimos tem muito mais valor.
·                    Quando estivermos nos envolvendo com muitas coisas, também devemos levar em consideração o que está escrito em Romanos 12:4-8: "Assim como cada um de nós tem um corpo com muitos membros e esses membros não exercem todos a mesma função, assim também em Cristo nós, que somos muitos, formamos um corpo, e cada membro está ligado a todos os outros. Temos diferentes dons, de acordo com a graça que nos foi dada. Se alguém tem o dom de profetizar, use-o na proporção da sua fé. Se o seu dom é servir, sirva; se é ensinar, ensine; se é dar ânimo, que assim faça; se é contribuir, que contribua generosamente; se é exercer liderança, que a exerça com zelo; se é mostrar misericórdia, que o faça com alegria."
·                    Reconhecer o que Deus nos deu como dons e talentos nos ajuda a andarmos na direção do propósito que Ele tem para cada um de nós.
·                    Nos ajuda a entender que a sua graça é suficiente para vivermos uma vida em que não precisamos trabalhar desesperadamente para termos a sua aprovação.
·                    Em Mateus 11:28-30, Jesus disse: "Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso. Tomem sobre vocês o meu jugo e aprendam de mim, pois sou manso e humilde de coração, e vocês encontrarão descanso para as suas almas. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve".
·                    À medida em que escolhemos a melhor parte, que é passar tempo com Deus através da sua Palavra em oração, seremos abastecidos com seu amor, nossos corações serão ajustados com a motivação certa para servirmos e entraremos no descanso. Dessa forma, experimentaremos o que é viver uma vida plena.
•. Reflita sobre como você tem administrado o seu tempo. O que você tem priorizado é o que realmente é importante para ter uma vida plena?
•. Qual a real motivação do seu coração ao se ocupar com serviços para pessoas e/ou para a igreja?
• O que você acredita ser o mais importante para Deus, nosso serviço ou nosso relacionamento com ele?
Por quê?
• Você tem entendimento quanto aos dons e talentos que Deus te deu e o propósito Dele para sua vida?
Como você tem usado os seus dons e talentos para isso?
• Reflita e comente sobre esta frase: "À medida em que escolhemos a melhor parte, que é passar tempo com Deus através da sua Palavra em oração, seremos abastecidos com seu amor, nossos corações serão ajustados com a motivação certa para servirmos e entraremos no descanso."

A melhor parte da comida, que Deus preparou para nós aqui na Terra, para termos Vida Abundante seria:

A Intimidade com o Pai – A Sua Família – Bens e Riquezas – Fama – Títulos – Prazeres – Ministérios – Profissão – Ou mesmo, Futilidades da Vida Moderna?????????????????????????????
Deus tem Prioridades!

A Escolha é Sua, A Escolha é Nossa, porém, os Frutos serão às vezes, irreversivelmente ruins!
Não se colhe uvas, plantando abrolhos, e nem se colhe cactos, plantando uvas!

VOCÊ DECIDE!!!!

Maranata Ricardo Rezende

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

NÃO SE PODE SERVIR A DOIS SENHORES

Irmãos, Jesus disse que não podemos servir ao dinheiro (deus Mamon) e ao Senhor ao mesmo tempo. Ou vamos amar a um destes, e vamos rejeitar o outro.
Jesus, chamou até Judas, porém não escolheu nenhum discípulo rico. Aquele jovem rico, Jesus mandou dar tudo aos pobres e segui-lo. Este ficou com tanta pena de perder as benesses falsas do que o dinheiro pode oferecer que não quis, e Jesus disse: Como é difícil um rico herdar o Reino dos Céus.
O alvo desta Igreja de Laodicéa dos últimos tempos, é grana e muita. Fora os prazeres e diversões, viagens, mudanças para Flórida, Paris, Dubai e outros locais que muitos ungidos do Senhor foram, sem perguntar a Deus se estavam no alvo correto, e levaram para um mau caminho, e até abismo, toda a vida, ministério e até a família.
Porquê? Porque o dinheiro farto pode e leva a milhares a independência do Senhor, e ao amor a Mamon. Quando querem fazer algo, fazem porque tem dinheiro sobrando, quando estão doentes, (ainda dizem que foi Deus), mas correm para os especialistas caros para se curarem, ao invés de esperarem por algum milagre de Deus.
Ou então, (é patético), não aguardam Deus os castigarem até o fim, o que seria o lógico, e serem curados. Doutrina do Inferno!
A questão não é ter prosperidade, mas viver atrás de grana, e fama, e deixar de lado um chamado de Deus, e neste alvo errado, a pessoa ao invés de desembocar numa praia, num local especial feito por Deus para ele e sua casa e Igrejas, acabam caindo num abismo!
Não é Deus que exerce juízo e mortes ou falências ou desgraças na vida de muitos crentes, porém, rico ou nem tanto, o erro ao alvo, que é a palavra literal de pecado, traz consequências danosas para todos ao redor destes.
Perder tempo com prazeres somente, com busca incessante de fama e por ficar rico, ou coisas que não podem satisfazer o coração do homem, é tolice e perda de tempo e principalmente de galardões eternos.
Jesus afirmou que devemos buscar tesouros nos Céus e não na terra.
E como se deturpam a Palavra de Deus, e ainda gritam que são vencedores. Como escrevi anteriormente, Vitória de Pirro, que embora vencesse a batalha, Pirro perdeu quase todo seu exército. Compensou? Responda você mesmo!
Se alguém tem vinte milhões de dólares, e quer comprar um carro de quinhentos mil dólares, será que vai orar e pedir orientação a Deus, e aguardar por milagre de Deus?
Se alguém tem o melhor plano de saúde do mundo, e fica doente, será que vai pedir a Deus por um milagre ou correr para o especialista mundial?
Será que alguém que tenha posses bastante, quando seus filhos são pequenos vão levá-los para diversões aos domingos, ou para Igrejas? E quando estes filhos estiverem grande, eles, aos domingos vão querer ir as Igrejas ou a casa de campo, de praia, ao futebol, ao parque, aos churrascos de amigos ou talvez, de vez em quando, bater o ponto, num culto de Igrejas?
O consolo é que Jesus disse em relação aos ricos: Salvar estes, é impossível aos homens, mas possível a Deus. Porém, são poucos!
O que ocorre neste momento na Flórida? Milhares de crentes, e ministros, fugiram para lá, querendo alívio para suas almas, e não levando a sério seus chamados e ministérios, e como ocorreu na vida de Jonas, um homem ou mulher, errando o alvo, que era Nínive, foi para Tarsis se divertir, o diabo trouxe grande tormenta para o navio, que ele entrou de gaiato, fazendo todos ao redor sofrendo sem culpa e sem razão.
Enfim. Alguém, que não necessariamente pode ter um título ministerial, mas é Sacerdote do Senhor, como todos somos, quando erra o alvo, traz danos e cai nas garras do diabo, até o dia em que, por acaso, se arrependa e volte para os Caminhos do Senhor, com bastante prejuízos, e cheio de bolotas de porcos e cheirando a suínos.
Estar num templo, cantando, dançando, pregando, sapateando, ou fazendo qualquer coisa, não significa mesmo que o crente esteja acertando o alvo, e as quedas, os males, as tragédias, as consequências pode colocar na conta do diabo, que assume uma legalidade em atacar o crente, e causas danos, até irreversíveis.
E Deus fala, dá sonhos, revela pelos profetas, mulher, filhos, amigos, circunstâncias, doenças, falências, pela TV, pelos jornais, e por tudo que Deus pode se manifestar, particularmente pela sua Palavra.
Já vimos tropas de elite, atirarem e matarem reféns, porque erraram os alvos. Mataram quem era para ser liberto, e deixaram o bandido vivo!
Foi a Polícia? Sim e Não! Foi um homem apressado e com falta de paciência para obedecer às ordens do comando. Queria aparecer e ser glorificado pelo povo.
Também, a Polícia teve seus méritos por colocar um cara deste sem treinamento adequado para ser atirador de elite; Igual ao Evangelho gospel que se vive no mundo há décadas!
A palavra disciplina significa ensinar novamente, e não cajadada e castigos sobre o Filho amado de Deus, que nem um pai normalmente faria com seu filho se este errasse algo um dia.
Hebreus nos alerta: Se estais sem disciplina, não sois filhos e sim bastardos.
Se a pessoa endurece o coração para o ensino útil da Palavra, com vistas a não cair novamente no mesmo erro grave, ela decai de Filho para bastardo. E então, não tem as regalias mais de um Filho amado e obediente de Deus.
O terreno espiritual é cheio de areias movediças que o diabo coloca para o crente cair, embora a vida seja maravilhosa com Deus, porém, o Caminho e vida de fé pela Graça, é pé perante pé, para não cairmos nas artimanhas do maligno, que não nos toca, mas prepara laços pelo Caminho para aqueles que não querem seguir piamente a Jesus. A volta depois é complicada e com dores e prejuízos, que poderiam ser evitadas pela obediência, oração, e conhecimento da Palavra.
Vida cristã, independente de Deus é “entregar o ouro ao bandido”. É dar mole para o inimigo.
Dinheiro, fama, poder, falta de humildade podem e tem levado homens, famílias, ministérios preciosos a derrocadas sem fim. Como aconteceu com Sansão, o jovem rico, e mesmo Satanás que se engrandeceu pela posição e poderes que tinha no Céu.
Até abrir templos gospel, ou ministérios ou fazer qualquer coisa, como disse Tiago, sem consultar a Deus é de procedência maligna.
Tiago 4:13 – Eia, agora, vos dizeis: Hoje ou amanhã, iremos a tal cidade, e lá passaremos um ano, e negociaremos e teremos lucro.
E até o versículo 16, Deus diz que nós não sabemos o que acontecerá amanhã (Deus sabe de tudo). Que em lugar de dizer isto acima, deveríamos dizer: Se o Senhor quiser, e se vivermos, faremos isto e aquilo (esta doutrina de que Deus realizará seus sonhos, nunca jamais, Jesus afirmou esta hipótese). Mas vos gloriais em vossas presunções; toda glória como esta é de procedência maligna (tudo o que não é para glorificar a Deus diz a Palavra, poderá ser feito, mas terminará em fracasso depois).
E é bem isto que ocorre em nossos dias, na maioria das Igrejas e palcos de templos pelo mundo. Buscam a glória do homem, e as recompensas desta glória.
Vem do fundo do Inferno e com cara de Igreja Evangélica, e com títulos de ministros, e já chegamos a Patriarcas, e qualquer dia, veremos vice Deus sendo ordenados e pregando nos púlpitos, para seus bel prazeres e do capeta, diabo, Satanás, Inferno, pois são o que Paulo diz:
II Corintos 11:12-15 – Ora, o que faço, e ainda farei, é para cortar ocasião aos que buscam oportunidades, a fim de que, naquilo que se gloriam, sejam achados assim como nós. Pois os tais são falsos apóstolos, obreiros fraudulentos (são mentiras), disfarçando em apóstolos de Cristo. Não é de admirar (o povo não mais se admira e nem tem nenhum discernimento – cegos), porquanto o próprio Satanás se disfarça em anjo de luz. Não é muito, pois, que também os seus ministros (espalhados por palcos do mundo) se disfarcem em ministros de justiça (palavras persuasivas e de auto ajuda e legalismo), o fim dos quais será conforme as suas obras. (Haverá um fim para eles, seja aqui ou no Juízo Final).
*Quantos já saíram de seus países, fugindo e buscando alívio para suas almas, sem Deus mandar, e grande maioria para a Flórida, que agora estão sofrendo as consequências de Jonas. Se afastar do que Deus determinou, e ir para Tarsis, causou tempestades sobre todos inocentes daquele navio.
Perdem a proteção total de Deus sobre suas vidas!
(Deus não tem obrigação de terminar bem, nada nada, que o homem crente, por sua própria conta, começou, sem consultar a Ele)

Maranata Ricardo Rezende

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

ACERTANDO O ALVO 1

PERSISTINDO E SENDO APERFEICOADOS
·                    A nossa jornada cristã tem como alvo desenvolvermos o caráter de Jesus em nós para alcançarmos a maturidade espiritual através dos princípios de Deus. Quando alguém quebra algum desses princípios significa que esta pessoa cometeu "pecado', que em grego quer dizer "hamartia", ou seja, “errar o alvo". Isso quer dizer que Deus estabeleceu princípios para se ter uma vida plena, mas a quebra desses princípios pode retardar ou impedir que se alcance o alvo.
·                    1 Coríntios 9:24-26 "Vocês sabem que numa corrida, embora todos os corredores tomem parte, somente um ganha o prêmio. Portanto, corram de tal maneira que ganhem o prêmio. Todo atleta que está treinando aguenta exercícios duros porque quer receber uma coroa de folhas de louro, uma coroa que, aliás, não dura muito. Mas nós queremos receber uma coroa que dura para sempre. Por isso corro direto para a linha final. Também sou como um lutador de boxe que não perde nenhum golpe."
·                    Como filhos de Deus, somos chamados para caminhar nesta terra como Jesus andou, mas isso parece algo extraordinariamente grande e inalcançável para nós, especialmente, quando nos deparamos com situações difíceis. Se pensarmos que iremos viver como Jesus com os nossos próprios esforços e regras, com certeza falharemos.
·                    Tito 2:11-12 "Pois Deus revelou a sua graça para dar a salvação a todos. Essa graça nos ensina a abandonarmos a descrença e as paixões mundanas e a vivermos neste mundo uma vida prudente, correta e dedicada a Deus."
·                    Isso significa dizer que a graça de Deus está disponível para nos ensinar a vivermos uma vida piedosa, cabe a nós estarmos receptivos ao que Deus nos ensina em sua palavra e a colocarmos em prática. Ele nos dá o combustível (Verdade da Palavra) e nós ligamos o motor (vivemos a Verdade).
·                    Sabemos que viver a Palavra de Deus é um desafio, tanto porque vivemos pela fé como também porque estamos num mundo corrompido, no qual, o inimigo tenta de todas as formas impedir que alcancemos o alvo e o propósito que Deus tem para cada um de nós. O objetivo do nosso adversário é nos distrair, tirando o nosso foco do que Deus estabeleceu, para que assim erremos o alvo e não alcancemos a maturidade espiritual.
·                    1 Pedro 5:8 "Estejam alertas e fiquem vigiando porque o inimigo de vocês, o Diabo, anda por aí como um leão que ruge, procurando alguém para devorar."
·                    Ele tentou tirar o foco de Jesus como podemos ler:
·                    Mateus 4:1-11: "Então o Espírito Santo levou Jesus ao deserto para ser tentado pelo Diabo. E, depois de passar quarenta dias e quarenta noites sem comer, Jesus estava com fome. Então o Diabo chegou perto dele e disse: - Se você é o Filho de Deus, mande que estas pedras virem pão. Jesus respondeu: - As Escrituras Sagradas afirmam: "O ser humano não vive só de pão, mas vive de tudo o que Deus diz." Em seguida o Diabo levou Jesus até Jerusalém, a Cidade Santa, e o colocou no lugar mais alto do Templo. Então disse: - Se você é o Filho de Deus, jogue-se daqui, pois as Escrituras Sagradas afirmam: "Deus mandará que os seus anjos cuidem de você. Eles vão segurá-lo com as suas mãos, para que nem mesmo os seus pés sejam feridos nas pedras." Jesus respondeu: - Mas as Escrituras Sagradas também dizem: "Não ponha à prova o Senhor, seu Deus." Depois o Diabo levou Jesus para um monte muito alto, mostrou-lhe todos os reinos do mundo e as suas e disse: - Eu lhe darei tudo isso se você se ajoelhar e me adorar. Jesus respondeu: - Vá embora, Satanás! As Escrituras Sagradas afirmam: "Adore o Senhor, seu Deus, e sirva somente a ele."
·                    Nessa passagem podemos ver como o diabo é audacioso e tentou até o Filho de Deus. Sua estratégia foi usar a Palavra de Deus de maneira distorcida para enganar, contaminar a mente e as emoções, questionar a identidade de Jesus como Filho de Deus.
·                    O diabo tentou fazer com que Jesus errasse o alvo e não concluísse o seu propósito aqui na terra. Mas Jesus não pensou em si mesmo, na sua fome momentânea, nem em provar quem ele era, porque ele tinha um propósito maior para cumprir e sua força era abastecida diariamente na comunhão com o Pai. Jesus venceu o diabo porque fazer a vontade do Pai era o seu foco.
·                    Assim como Jesus foi tentado, nós também seremos tentados a nos distrairmos e desviarmos do nosso alvo. É importante notar que todo ataque começa na mente, por ser o centro de comando dos nossos desejos, sentimentos, das nossas crenças e atitudes. Ao atacar a mente, o inimigo tem a intenção de enfraquecer a nossa fé e confiança em Deus. Ele pode lançar pensamentos que geram medo, insegurança, baixa autoestima, tristeza, intrigas, desconfiança, orgulho, vaidade, frieza, confusão, ira entre outros, com o objetivo de nos impedir de vivermos a vida abundante que Jesus nos deu (João 10:10) e nos desviar do alvo que é permanecermos em Cristo e sermos semelhantes a ele.
·                    Sabendo disso, precisamos nos vestir com a armadura de Deus

Efésios 6:13-18 "Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mal e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo. Assim, mantenham - se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz. Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno. Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos. ”
·                    Assim como escolhemos o que vestir para cada situação, precisamos nos vestir com a nossa armadura espiritual todos os dias. O nosso esforço em tentar vencer qualquer batalha com a nossa própria força é insatisfatório porque precisamos da força invencível de Deus para enfrentarmos tudo que se levanta contra nós. Vivemos com a força de Deus quando sabemos e cremos que somos justiça de Deus, temos uma nova identidade em Cristo como filhos de Deus, declaramos e vivemos a sua Palavra, e oramos em todo o tempo

•. Comente sobre alguma situação que você não obteve sucesso em suas primeiras tentativas, mas que após persistir e perseverar, você obteve o resultado desejado. Como isso refletiu no decorrer de sua vida?
 • O que você entende como sendo o ”alvo” da vida cristã? Comente a sua visão sobre isso. Você consegue diferenciar entre oportunidades e distrações que o adversário usa para tentar nos distrair, tirando o nosso foco do que Deus estabeleceu e nos desviando do propósito Dele para nós? Se sim, como?
 Qual tem sido o seu ”foco”? Como você sabe que esse ”foco” está correto? Uma vez que já sabemos que todo ataque começa na mente, como você entende que devemos nos proteger e rechaçar as tentativas de nos desviar do nosso alvo?
Reflita e comente sobre seu entendimento a respeito desta afirmação: ” Assim como escolhemos o que vestir para cada situação, precisamos nos vestir com a nossa armadura espiritual todos os dias”.
Maranata 
Regina Maria Tavares de Rezende

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Caos na Igreja Templo

Irmãos, antes de falar sobre o assunto intrigante, quero deixar claro, duas coisas:
1 – Não escrevo, e nunca fiz nada para agradar homens ou a evangélicos, pois não dependo de ninguém para viver, ter ministérios ou outra coisa qualquer na vida. Exclusivamente de Deus, meu Pai querido e amoroso.
2 – Não culpo e responsabilizo os pastores e grande parte da liderança mundial de templos gospel, por após a década da decadência do Evangelho, escolher pessoas para ordenarem, administrarem, construírem, falarem bem nos templos afora. É obra do maligno como citou Jesus sobre os últimos tempos de apostasia e falsos ministérios. Nem o mundo, que é prudente do que os crentes, como disse Jesus, promove um marujo a Almirante, um estagiário a Presidente de empresas, e já vivi muito isto. Pessoas, parentes, amigos, ou apadrinhados políticos a diretores e até presidentes de grandes fundações que trabalhei, que tinham características técnicas de Arquitetura e Engenharia, e estes foram alçados, pelas razões acima, sendo, Advogados, Capitão do Exército, e até um Médico.
Evidentemente, essas fortes e poderosas empresas, faliram com o tempo, e hoje, vemos o que restou do Estado do Rio.
Em Lucas 12, Jesus, afirma que a vida (felicidade) do homem, não consiste nos bens que possui. E quando Deus vier pedir a sua alma, que riquezas esta pessoa tem para mostrar ao Juiz e Galardoador dos homens?
Após receber Jesus, vi o tempo perdido ainda jovem, e porque a Igreja da minha rua, nunca tinha me convidado, ou um audacioso, pregou a Palavra para mim. Então, resolvi que nunca mais perderia meu tempo para ajuntar tesouros nos Céus, e pregar a Palavra a minha vida toda.
Vi, e tive sonhos de mim e pessoas até desconhecidas, recebendo galardões direto do Senhor, e pelo menos há uns 15 anos, não vi ninguém famoso ou conhecido na fila.
A responsabilidade deste caos no mundo gospel, com raras exceções, daqueles que vivem na Graça e pela fé mesmo, sem misturas de religiosidade e legalismo, foi em grande parte dos que os chamaram para os palcos iluminados, promovendo sem ensiná-los a ser crentes, pregadores, pastores, e capacitados para dirigir qualquer coisa de uma chamada Igreja.
E quem não gosta de dinheiro, fama e até dama, sendo um líder de templos?
E veja bem: Muitos foram atrás de profetas do maligno, bajuladores, que profetizaram coisas que nunca Deus falou. Pode até, poucos, sendo usados por Deus, que viram o futuro pastor ou líder de um templo ou obra, porém, o imediatismo e falta de capacitação, deu no que deu no mundo atual.
Aonde está escrito esta besteira de que: Deus não chama os capacitados, mas capacita os chamados? Do fundo do Inferno!
Paulo, diz que homens fiéis devem capacitar outros homens, e não somente mandar a responsabilidade para Deus!
2 Timóteo 2:2 – O que de mim ouvistes diante de muitas testemunhas, transmite a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinar a outros. Ministérios não são osmose gospel!
Apendi por muitos anos, o que vem a ser profetizar e evangelizar na obra de Deus, com verdadeiro profetas e evangelistas.
Desaprendi muito, depois da década de 80, fim dos milagres e sinais e prodígios, o que vem a ser um Pastor. Sim, o que é ser administrador, construtor, dirigente, tesoureiro, falador, até humorista nos palcos que fui deste mundo. Gracejos, e brincadeirinha repetitivas não são o humor de Deus. Graça, às vezes traz humor sincero, mas bilù bilù, que se faz numa criança até ela crescer é caso de psicologia ou psiquiatria, e o povo criança achar graça sempre, não é nada espiritual. É patético!

Dou graças a Deus por meus pastores, porém, sei que muitos não estavam preparados para exercer essa função de apascentar ovelhas. Ou seja, ensinar a Palavra da Graça e da Fé às ovelhas de Jesus.
Milhões, perderam suas vidas e tempo correndo atrás de dinheiro, poder e fama, e até a saúde perderam, porque não estavam preparados para assumirem um navio chamado Igreja.
Infelizmente, somos a última geração, que falhou, pois se a Igreja vira um caos, imaginem, os lares, os divórcios (50% dos casamentos. Mesmo percentual do mundo), as ruas, os bairros, os relacionamentos, as cidades, os países e o mundo?
Felizmente, existe um povo que não é fútil, que se chama a Noiva de Cristo, que tem roupas brancas e vive pela fé, dentro de Igrejas pelo mundo, e pastores, que pregam o Evangelho da Graça e vida pela fé, como frequento hoje, e nossa vida física e até material e familiar mudou muito desde então.
Algumas escritoras e pregadoras, como Joyce Meyer, e dando honra a quem tem honra, o meu Pastor Maurício Fragale, da Nova Igreja, que estava tão perto de mim, preparada por Deus para nós, sedentos de voltar às raízes da Graça e Fé, e não víamos.
Com certeza, ele aprendeu com outros homens de Deus, e vira um moto contínuo. Aliás, poderiam virar todas, porém, o diabo e as leis, arrasaram os templos grandes, pequenos e médios neste mundo.
Jesus disse que se tivermos a fé do tamanho de um grão de mostarda, mandaríamos até um monte se elevar e se jogar no mar. Essa é a menor semente que existe.
Vamos raciocinar: Semente de mostarda = 1% de fé.
Maior semente = 100% de fé.
Se não mais vemos ou vivemos milagres, a não ser de dor de cabeça, ou caroços, e fórmulas para enriquecermos, e povo doente e falido, mais do que o mundo, a lógica é: A grande maioria dos pregadores, pastores, evangelistas, profetas e cantores, que pensam que curam pessoas, são em torno de: 0,1 – 0,01 – 0,001 ou tendendo a zero! São ótimos em festas, entretenimentos, brincadeirinhas sem Graça nos palcos, músicos, cantores, mercenários, lobos, mas poucos com Poder de Deus para mudarem uma vida.
Sabem bem fazer o que qualquer um de nós, Sacerdote pode fazer: Batizar, fazer casórios, falar bem, gritar nos palcos, pular e dançar. Para isto não precisa de dons!
Vou até o fim: Sabem qual a última Igreja de Apocalipse, e aquela que claramente vivemos?
Laodicéa (Igreja do povão) = Apocalipse 3:15-17 – Conheço as tuas obras (Jesus sabe de tudo, e só os líderes não sabem), que nem és frio e nem quente. Quem dera fosseis frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és quente e nem é frio, estou a ponto de vomitar-te da minha boca. (Água quente, minha mãe dava para a gente vomitar comida ruim do  
Tudo quente, a pessoa leva um choque. Tudo frio, a pessoa leva também um choque. A coisa morna, a pessoa senta, deita, para, acomoda e morre na vida gospel. E grita que somos mais que vencedores e povão diz cheio de doenças e problemas: Amém!
“pois dizes: Estou rico e abastado (acho que é abestado) e não preciso de coisa alguma, e nem sabes que tu és, infeliz (felicidade é dar, contribuir, se doar, se gastar, agradar a outros, servir ao Senhor com alegria, ser útil, e não fútil e buscar o Reino de Deus em primeiro lugar e sua justiça), sim, miserável (1 Corintos 15:19 – SE A NOSSA ESPERANÇA EM CRISTO, SE RESTRINGE SOMENTE PARA ESTA VIDA, SOMOS OS MAIS MISERÁVEIS DOS SERES HUMANOS), pobre, cego e nu.
Ainda aconselha Jesus, a comprar vestes brancas, porque sujas, não vou entrar nem na porta das Bodas do Cordeiro.
Má notícia – O mundo gospel não vai mudar, e a mente dos líderes, raramente vão mudar!
Boa notícia – Você e eu, podemos dar a volta por cima, reconhecendo a queda, não desanimando, se levantando da poeira, e sair VENCEDORES DE LAODICÉA!
Eu e minha casa, fizemos isto um dia, e não me arrependo. Recomeço é para corajosos, que reconhecem que não estão bem e no Caminho certo, porém, a Glória e quem realiza tudo é a Graça de Jesus, realizada na Cruz do Calvário há mais de 2.000 mil anos, e descansar nesta Obra de Justiça de Deus.
As religiões, ditas cristãs, e as seitas deste mundo, estão cada vez mais suntuosas, lindas, e repletas de membros, cegos, surdos e perdidos. Se um templo tiver tudo isso, contudo não tiver a Palavra Revelada da Graça de Jesus, não entre, e nem olhe para trás quando sair.
Você vai ser como a mulher de Ló. Virar estátua de sal. Insípido!
E conselho de Jesus: Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e ferrugem destroem, porém, ajunteis tesouros nos Céus, aonde nada disto atinge.
Maranata Ricardo Rezende


quarta-feira, 30 de agosto de 2017

Buda, Shiva, Alá, Confúcio, Kardec ou Cristo?

Amigos. Temos dezenas de religiões pelo mundo para escolhermos a quem seguir, e qual a melhor. Existem nestas; pessoas de bem, pessoas más, e mesmo líderes corruptos e mal-intencionados.
Algumas e seus líderes, gostam de dinheiro, outros, só pensam em guerra, outros ainda, nem sabem suas doutrinas na verdade, outros tem boas filosofias de vida, outros tiveram um exemplo marcante enquanto passaram pela Terra. Enfim, cada qual com seus seguidores e líderes, bons e maus. Não dá para qualificar uma pessoa atualmente pelo que ela professa em sua fé e religião.
O grande problema atual da Humanidade são as doutrinas e seus gurus, se assim podemos dizer. Se falaram o que viveram, ou se apenas deixaram escritos belos e emocionantes, que tocam na alma dos homens!
Porém, quero me ater num ponto de crucial importância para fé de alguém, que não se baseie somente em exemplos pessoas e líderes, mas na presença marcante atual deste deus, ou destes deuses.
Todos, sem exceção, foram enterrados, e agora são imagens, livros, ou estão debaixo da terra e viraram pó. Apenas Jesus Cristo de Nazaré, não ficou encerrado num túmulo.
Este episódio famoso, além de escrito em vários idiomas mundiais, e manuscritos encontrados por pesquisadores, tem a certeza de historiadores da época, que nem seguiam a Cristo.
Se formos a Jerusalém, veremos o túmulo vazio, e a história contada pelo mundo, da pedra que foi removida, e os discípulos e algumas mulheres não encontraram ninguém neste.
Ou seja, a Graça de Cristo, ao ressuscitar dos mortos, atingiu a toda Humanidade, passada, presente e futura, até a consumação dos séculos, não importando a religião ou deus ou guru ou líderes que as pessoas seguem.
Quando Jesus foi assunto aos Céus, ele prometeu que mandaria um Consolador, que é o Espírito Santo, ou seja, a própria pessoa de Jesus, para dar vida, salvação, e tudo mais, que o homem não merece, e nunca mereceria, pois tudo é FAVOR IMERECIDO, do que Ele conquistou naquela Cruz do Calvário.
Logo, a única pessoa ou deus ou líder, que quando pedimos algo, estamos lendo suas Palavras, Ele está presente em pessoa para nos ensinar, consolar, edificar e confortar.
Ninguém, deve largar a sua religião, a sua fé, ou seu deus e guru, porém, saber que Jesus, foi o Único, que os homens disseram que era Filho de Deus, além Dele próprio testemunhar perante as autoridades, que Ele era o Filho de Deus. Ninguém o desmentiu!
Jesus, não quer uma emoção passageira, que a pessoa tenha ao recebe-lo como seu Senhor e Salvador, mas que os homens de quaisquer religiões saibam que Ele é o Pão da Vida, e quem comer deste Pão, nunca mais terá fome, ou beber desta fonte de Águas Vivas, nunca mais terá sede.
Fazer uma experiência com Jesus, e receber a Paz que excede todo entendimento é algo marcante de Sua Graça. Creia em algo: O Espírito Santo está derramado sobre toda a Terra, creiamos ou não!
Nada, e ninguém, pode preencher o vazio profundo que existe no coração do homem. Só Jesus, porque Ele está vivo, e é uma pessoa, e não um monte de ossos, uma imagem, um pensamento, alguns livros da Bíblia, ou uma pessoa que tem bons ensinamentos, e tiveram um bom caráter.
Não troque de crença, de usos, de costumes, de fé, de nada nesta vida, apenas faça uma experiência com o Filho do Deus Vivo, e verás que Ele é manso e humilde de coração, e educado. Não impõe nada aos homens, mas Ele mesmo faz tudo em todos!
Jesus, não tem preconceitos, de raça, de cor, de sexo, de cultura, de castas, de classes, e de religião. Nem o ladrão e bandido da Cruz, foi rejeitado por Ele na hora de sua morte.
Seu perdão é verdadeiro e ilimitado. Ele é doce como mel, e simples como a pomba.
Para quem está cansado desta vida e suas lutas e derrotas, Jesus diz:
VINDE A MIM TODOS OS QUE ESTÃO CANSADOS E SOBRECARREGADOS, E EU VOS ALIVIAREI. MEU JUGO É LEVE E MEU FARDO É SUAVE.
Disse Jesus: EU SOU O CAMINHO, A VERDADE E A VIDA/ NINGUÉM VEM AO PAI, SENÃO POR MIM!
Jesus, definitivamente, não era mentiroso, farsante ou louco!
Amém Ricardo Rezende

quinta-feira, 24 de agosto de 2017

ESCOLHENDO UMA MENTALIDADE VENCEDORA E NÃO UMA MENTALIDADE DE VÍTIMA

·                    Diariamente vivemos situações que despertam em nós sentimentos, pensamentos, comportamentos e atitudes de vítima ou de vencedores. A lei da física nos ensina que toda ação provoca uma reação e, isso também, nos relacionamentos entre as pessoas.
·                    No mundo encontramos todo tipo de crenças, pensamentos, ideologias, políticas, injustiças e oposições. É natural que, todos nós enfrentemos, em algum momento, dificuldades, obstáculos e desafios.
·                    A maneira como lidamos com as situações e as pessoas, muitas vezes, nos mostra o tipo de mentalidade que temos. Construir uma mentalidade de vencedor ou de vítima é uma escolha que fazemos diariamente, independentemente, se as circunstâncias são favoráveis ou não.

·                    Jesus enfrentou tudo isso e nos deixou um grande exemplo de perseverança, porque não se deixou levar pelo que diziam contra ele. Sua reação era de quem sabia quem ele era (Filho de Deus), qual era a sua missão (salvar o mundo) e para onde iria (assentar à direita de Deus Pai).
·                    Embora Jesus tenha sido enviado por Deus, ele cresceu entre os homens, mas desenvolveu sua mentalidade nos ensinamentos do seu Pai Celestial. Ele não se deixou envolver pelas tradições e nem se abater pelas críticas, acusações e injustiças, por isso, Jesus venceu.
·                    Há pessoas que não conseguem lidar com situações difíceis porque construíram uma mentalidade de vítima baseada nas suas limitações, frustrações, desapontamentos e acreditam mais no lado negativo das coisas.
Desenvolvem um comportamento reativo, culpando os outros por sua situação e esperam que os seus problemas também sejam resolvidos pelos outros.
·                    Por outro lado, existem pessoas que mesmo enfrentando situações extremamente difíceis não se deixam abater, são proativas e buscam se revestir da verdade de Deus para superar os obstáculos impostos pela vida.
·                    Podemos ver esses dois tipos de mentalidades quando Moisés guiado por Deus dá uma missão para doze homens fazerem o reconhecimento da terra de Canaã, a qual Deus prometera aos israelitas. Após quarenta dias, eles retornaram para o deserto, e relataram para Moisés e toda a comunidade de Israel. Os doze homens conseguiram ver fartura de leite e mel, mas dez deles disseram: "Não podemos atacar aquele povo; é mais forte do que nós." E espalharam um relatório negativo acerca daquela terra. "A terra para a qual fomos em missão de reconhecimento devora os que nela vivem. Todos os que vimos são de grande estatura. Vimos também os gigantes, os descendentes de Enaque, diante de quem parecíamos gafanhotos, a nós e a eles." (Números 13:31-33)
·                    Apenas Josué e Calebe disseram: "A terra que percorremos em missão de reconhecimento é excelente. Se o Senhor se agradar de nós, ele nos fará entrar nessa terra, onde há leite e mel com fartura, e a dará a nós. Somente não sejam rebeldes contra o Senhor. E não tenham medo do povo da terra, porque nós os devoraremos como se fossem pão. A proteção deles se foi, mas o Senhor está conosco. Não tenham medo deles!" Números 14:7-9
·                    Observamos como as pessoas lidam de maneiras diferentes diante da mesma situação: algumas pessoas dão ênfase ao lado negativo, recuam por medo de fracassar, por acreditar que não são capazes, por não confiar plenamente que Deus é por elas.
Enquanto outras estão dispostas a enfrentar o desafio, conseguem focar no lado positivo, acreditar que são capazes e a confiar que Deus é todo poderoso para ajudá-las.
·                    Moisés, Arão, Josué e Calebe não permitiram que a atitude negativa e incrédula das pessoas roubasse a fé que eles tinham na promessa de Deus. Eles não se viram como vítimas diante de uma situação desafiadora, mas se viam como vencedores porque criam que Deus era fiel para cumprir o que havia prometido. Eles só precisavam dar um passo de fé e Deus agiria a favor deles.
·                    Na nossa vida diária, também ocorrem algumas situações (saúde, finanças, relacionamentos) que despertam em nós algumas reações. Como iremos enfrentá-los: com reclamação, murmuração, medo, desânimo e apatia como fizeram os dez espias; ou agiremos em fé, declarando a Palavra da verdade, com coragem, ânimo e perseverança como Josué e Calebe.
·                    O que vemos e ouvimos tem produzido em nós uma mentalidade de vítima ou de vencedor?
·                    Somente teremos uma mentalidade de vencedor se fizermos o que o apóstolo Paulo disse: "Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." Romanos 12:2.
Enfrentar problemas não é algo confortável, todavia a nossa atenção não deve estar focada nos problemas, como se eles fossem gigantes, mas devemos enfrentá-los como filhos de Deus através da oração e confissão da Palavra da fé.
1 João 5:4-5: "O que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé. Quem é que vence o mundo? Somente aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus. ”
·                    Toda vez que a nossa mente for atacada com pensamentos negativos de derrota emocional, pessoal, familiar, profissional ou espiritual precisamos levantar a nossa voz com fé, declarando o que está escrito
·                    "Mas, em todas estas coisas somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor." Romanos 8:37-39

Quem deveria poderia ser mais frustrado nesta vida como Jesus? Tratado como marginal. Diziam que tinha demônio. Rejeitado pelo seu próprio povo. Nunca se casou. Foi tentado de todas as maneiras, e não cedeu. Nunca foi rico. Nunca foi líder de Comunidades, nunca fez Igrejas, nunca foi um profissional de fama. Morreu numa Cruz, nu, e ao lado de criminosos. Foi xingado, odiado, chicoteado em praça pública, ferido, e nunca reagiu da mesma maneira. E nunca apareceu no Fakebook, WhatsApp e mídias. Foi traído por um discípulo. Nunca foi ordenado. Andava com pecadores. E cumpriu toda a Lei por nós, além de sempre fazer o bem, curando, libertando, e operando maravilhas, que nem os livros deste mundo poderiam descrever!
Porém, cumpriu SUA MISSÃO NA TERRA!
E nós? Temos tudo acima, somos famosos, cheios de bens, aparecemos na mídia, temos tudo de bom e do melhor, mas mal sabemos de nossa MISSÃO NESTA TERRA!
Ser grande profissional, ser pastor, profeta, evangelista, ser rico, famoso, ter famílias e filhos, abrir templos, aparecer nos palcos deste mundo, ser conhecido da mídia, escrever bem, pregar, dançar, cantar, tocar bem, dentre outras coisas, que tudo pode ser bom, porém, a Bíblia responde:
I Corintos 5:17-18: Desta foram, se alguém estiver em Cristo, é Nova Criatura. As coisas velhas já passaram; Eis que tudo se fez novo. E tudo provém de Deus, que nos reconciliou com Cristo, e nos deu o MINISTÉRIO DA RECONCILIAÇÃO.

1.      Alguma situação despertou em você sentimentos, pensamentos ou atitudes de vítima ou de vencedor. Qual foi o resultado disso em sua vida?
2.      Como você entende a importância da ”perseverança” para ser vitorioso (a) frente aos desafios e oposições nas diversas áreas da sua vida? Você obteve a vitória sobre algo que aparentemente era impossível de ser conquistado.
3.      Seu posicionamento frente as situações difíceis tem sido o de quem tem uma mentalidade de vítima ou você verdadeiramente tem buscado se revestir da verdade de Deus?
4.    Como tem sido seu posicionamento ao se deparar com situações onde as circunstâncias se mostram contrárias às promessas de Deus?
5.    Enfim: Temos RECONCILIADO pessoas com Deus, ou as afastado elas de nossas vidas, e particularmente, da Vida com Jesus?
*Eu apenas complementei os dois últimos parágrafos!
Maranata Regina Maria Tavares de Rezende